Shampoo sem sal existe?

























Amores,

A tão falada história do shampoo sem sal começou mais ou menos assim, alguém, em algum momento, teve uma ideia mirabolante para promover os seus produtos e associou os cabelos grudados (como quando tomamos um banho de mar), com o sal marinho. Assim nasceu a primeira linha de shampoos sem sal, parece ridículo né? Mas é verdade. Essa ideia do shampoo sem sal foi pura estrategia de marketing e nós caímos nessa onda e cismamos sem pesquisar a fundo, simplesmente passamos a olhar no rotulo dos shampoos se lá estiver escrito "SEM SAL" já é um ponto forte para comprarmos. É amigas fomos enganadas, bem pelo menos eu fui durante um bom tempo.

A gente tem um certo preconceito contra os efeitos do sol e, quando a propaganda diz que o shampoo não contém sal, logo pensamos que aqueles que não dizem nada na embalagem possuem o terrível sal que estragará nosso cabelo pra sempre. Mas isso não é verdade.

O raciocínio do marketeiro foi ótimo do ponto de vista comercial, apesar de que eu como comerciante e empreendedora sou extremamente contra esse tipo de ação, enganar o cliente para obter lucro, você conquista o cliente hoje, mas perde ele pra sempre mais tarde.

Mas enfim a maioria das marcas que afirmam não usar sal em seus shampoos, na verdade, usam.

O sal tem o nome químico de cloreto de sódio, que é utilizado para dar consistência aos shampoos. O principal ingrediente destes produtos é o tensoativo o lauril sulfato de sódio ou o lauril éter sulfato de sódio.

Na produção destes, acontece uma reação química, cujo produto secundário é o cloreto de sódio, ou seja, o tal sal. Por isso, mesmo que estes shampoos afirmem nas embalagens não possuir sal, eles são feitos com o tensoativo, cujo nome termina em de sódio. Ou seja, eles têm sal em seus produtos. E tem mais: as concentrações são muito baixas e não causam nenhum dano aos cabelos.

Há outro fator a se considerar: quando usamos um shampoo no banho, enxaguamos os cabelos, na sequência, com água doce, não é? Pois o sal é totalmente solúvel em água doce, logo, não vai sobrar nenhum sal no nosso cabelo.

Essa idéia de que o sal estraga o cabelo também é uma inverdade. Na praia, há outros fatores que interferem na beleza das nossas madeixas:

  • A areia atrita com os fios, lascando as cutículas, dando uma sensação áspera, de cabelo não macio.
  • O sol e, principalmente os raios UV, danificam as cutículas, deixando o cabelo com menos brilho, alterando a cor e a penteabilidade dos fios.
  • A água do mar pode conter vários poluentes que acabam grudando no nosso cabelo e empastelando-os.
  • Quando saímos do mar, a água salgada acaba secando e sobram os cristais de sal, que funcionam como grãos de areia. E o atrito destes com os fios de cabelo também lascam as cutículas.

Fonte: www.natura.com.br

Os cabeleireiros que trabalham com a escova progressiva acabaram comprando esta ideia errada do shampoo com sal, que não é uma verdade, pois o que causa o dano da escova progressiva é o componente químico que provoca abertura das escamas e quebra das ligações internas do cabelo, além da força manual mecânica e calor (escova + prancha) para alisar o fio. A nova estrutura interna do fio alisado é mais frágil, tornando os cabelos mais sucetiveis a quebra além de deixar a parte externa do fio mais ressecada.

Bjs

Gláu


Comentários
1 Comentários

1 comentários:

  1. Oi Glau, adorei seu blog, no entanto descordo um pouquinho do seu post. Não completamente, mas trabalho em um grupo de indústria cosmética tanto humana quanto veterinária e temos em linha o shampoo sem sal, sim. O lauril é o componente que faz a espuma do shampoo e promove a lavagem. O sal serve para engrossá-los, dar aquela viscosidade para deixar o shampoo mais 'encorpado'. O shampoo sem sal existe sim e para uso humano ele evita a abertura total das cutículas, auxiliando que o processo químico realizado, permaneça mais tempo nos fios. E na linha veterinária evita o ressecamento da pele dos pets. No lugar do sal (cloreto de sódio) são utilizados outros tipos de matérias primas para que a viscosidade do shampoo seja mantida. Temos os dois tipos em linha e os shampoos com sal, realmente não danificam por completo as madeixas, só que abre as cutículas dos fios aos extremos e isso acaba por remover todas as impurezas e resíduos. Por isso, que para tratamentos pós progressivas por exemplo, indicam sem, apenas para que o efeito do produto fique estabelecido no fio por mais tempo. Mas adorei seu blog e se puder conhecer o meu http://belezanomaniacas.blogspot.com BeijoooOs e parabéns!!! :)

    ResponderExcluir

É sempre um prazer receber o seu comentário. Volte sempre. Beijo. Glau

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...