A importância da minha mãe no nascimento da minha filha!




A minha mãe foi fundamental no momento em que minha Helena nasceu!

Existem coisas que marcam a vida da gente pra sempre, e o apoio eterno da minha mãe eu nunca vou conseguir agradecer e muito menos esquecer! Sinto me abençoada por ter ela sempre comigo, coisa que nem todas tem esse privilegio! Hoje sem a menor duvida a minha mãe é a minha melhor amiga!

Como a maioria já sabe, Helena nasceu prematura! No dia 03 de Janeiro de 2016 sai do trabalho para ir ao pre natal e o medico me informou que precisaríamos antecipar o parto! Minha mãe estava com cirurgia marcada no dentista, então ela não foi comigo pro hospital, foram Léo e meu pai comigo! Eu estava muito apreensiva e lamentei o fato dela não poder ir, mas fingir que estava tudo bem, mesmo morrendo de medo dessa antecipação gerasse algum problema para minha filha!

Minha mãe mesmo com a boca anestesiada ligava de 5 em 5 minutos! Meu pai e meu marido estavam lá comigo, acompanharam tudo, de perto, de perto mesmo! Nasceu a minha princesa, enquanto os olhos do mundo estavam na nela que acabara de nascer, a minha mãe encantada com a netinha não se esqueceu da filha recém parida, sem conseguir amamentar, insegura que só. Lá estava ela no hospital mesmo com a boca anestesiada, eu sabia que ela iria! Dormiu la comigo!

Lembro quando fui embora do hospital, que Léo bateu no portão da casa dela (fui direto pra la) não a avisei que estava indo, minha mãe desceu as escadas e pegou a Helena no colo encantada e disse nem acredito que vocês estão aqui, segurando Helena no braço e me dando a mão do outro, dizendo pra eu subir com calma pois acabei de ter uma cesárea rs

A mãe da mãe esfrega roupinhas manchadas de cocô, varre o chão, garante o almoço. Compra pijamas de botão, lava lençóis sujos de leite. Ela sabe como é duro se tornar mãe.

Minha mãe acordou comigo de madrugada, foi em todas as consultas, me acalmou depois de alguns diagnósticos do pediatra (conto essa historia depois). Minha mãe me ajudou em cada detalhe, eu não preocupava com comida, nem roupa lavada, ela simplesmente estava lá, pra tudo! Era canjica quentinha e meu bolo favorito.



Atarefada, minha mãe com certeza sofria em silêncio. Em cada escolha minha, sei que minha mãe lembrava suas próprias. Diante de nova mãe, novo bebê, muito leite e tanto colo.


Minha mãe me ensinou a ser mãe. Cuidou de tudo que estava e que não estava ao seu alcance. Eu me tornava mãe, mas serei a eterna filha dela. Tudo que hoje sou como pessoa e como mãe devo a minha mãe! Ela é uma pessoa surreal, tem um coração que eu nunca vi igual! E tem um cuidado com a Helena que nem eu consigo ter tanto!

Toda mãe recém-nascida precisa dos cuidados de outra mulher que entenda o quanto esse momento é frágil. A mãe da mãe pode ser uma irmã, sogra, amiga, doula, vizinha, tia, avó, cunhada, conhecida. O fato é que o puerpério necessita de união feminina, dessa compreensão que só outra mãe consegue ter. O pai é um cuidador fundamental, comanda a casa e se desdobra entre mãe e filho, mas é preciso lembrar que ele também acaba de se tornar pai.

Minha eterna gratidão a minha mãe, Dona Rosângela!

A importância da minha mãe no nascimento da minha filha!




A minha mãe foi fundamental no momento em que minha Helena nasceu!

Existem coisas que marcam a gente pra sempre, e o apoio eterno da minha mãe eu nunca vou conseguir agradecer e muito menos esquecer! Sinto me abençoada por ter ela sempre comigo, coisa que nem todas tem esse privilegio! Lembro das nossas desavenças na adolescência, e hoje sem a menor sombra de duvidas a minha mãe é a minha melhor amiga!

Como a maioria já sabe, Helena nasceu prematura, sai do trabalho para ir ao pre natal e o medico me informou que precisaríamos antecipar o parto, minha mãe estava com cirurgia marcada no dentista, meu marido e meu pai foram comigo, eu estava muito apreensiva e lamentei o fato dela não poder ir, mas finge que estava tudo bem, mesmo morrendo de medo dessa antecipação gerasse algum problema para minha filha!

Minha mãe mesmo com a boca anestesiada ligava de 5 em 5 minutos! Meu pai e meu marido estavam lá comigo, acompanharam tudo, de perto, de perto mesmo! Nasceu a minha princesa, enquanto os olhos do mundo estavam na minha princesa que acabara de nascer, a minha mãe encantada com a netinha não se esqueceu da filha recém parida, sem conseguir amamentar, insegura que só. Lá estava ela no hospital mesmo com a boca anestesiada, eu sabia que ela iria! Dormiu la comigo!

Lembro quando fui embora do hospital, que Léo bateu no portão da casa dela (fui direto pra la) não a avisei que estava indo, minha mãe desceu as escadas e pegou a Helena no colo encantada e diz nem acredito que vocês estão aqui, segurando Helena no braço e me dando a mão do outro, dizendo pra eu subir com calma pois acabei de ter uma cesárea rs

A mãe da mãe esfrega roupinhas manchadas de cocô, varre o chão, garante o almoço. Compra pijamas de botão, lava lençóis sujos de leite. Ela sabe como é duro se tornar mãe.

Minha mãe acordou comigo de madrugada, foi em todas as consultas com o pediatra, me acalmou depois de alguns diagnósticos do pediatra (conto essa historia depois). Minha mãe me ajudou em cada detalhe, eu não preocupava com comida, nem roupa lavada, ela simplesmente estava lá, pra tudo! Era canjica quentinha e meu bolo favorito.


Atarefada, a mãe da mãe sofre em silêncio. Em cada escolha minha, sei que minha mãe lembrava suas próprias. Diante de nova mãe, novo bebê, muito leite e tanto colo, questiona tudo o que fez, tempos atrás. Tempo que não volta mais.
Minha mãe me ensinou a ser mãe. Cuidou de tudo que estava e que não estava ao seu alcance. Eu me tornava mãe, mas serei a eterna filha dela.

Toda mãe recém-nascida precisa dos cuidados de outra mulher que entenda o quanto esse momento é frágil. A mãe da mãe pode ser uma irmã, sogra, amiga, doula, vizinha, tia, avó, cunhada, conhecida. O fato é que o puerpério necessita de união feminina, dessa compreensão que só outra mãe consegue ter. O pai é um cuidador fundamental, comanda a casa e se desdobra entre mãe e filho, mas é preciso lembrar que ele também acaba de se tornar pai.

Minha eterna gratidão a minha mãe, Dona Rosângela!

Dez elogios que seu filho precisa ouvir


Nossos filhos precisam ouvir palavras de afirmação de nós a cada dia. Às vezes, é fácil esquecer que nossos filhos têm as mesmas necessidades profundas e emocionais que nós. Mas quando paramos nossas tarefas para elogiá-los de maneira sincera, isso aumenta a sua autoestima e a qualidade de nosso relacionamento com eles. Se você está querendo ter uma conexão mais profunda com seus filhos, pense em como você pode adaptar um desses 10 elogios especialmente para eles.



1. Adoro ver você jogar/fazer isso


Você cai na armadilha de apenas parabenizar seu filho quando ele é bem-sucedido em alguma coisa? Em vez disso, tente elogiar os seus esforços, seja no campo de futebol, na sala de aula ou ajudando em casa. Ensine a seu filho que é o esforço, mas nem sempre o resultado, que importa. Esse é o caminho mais rápido para construir uma autoestima saudável.


2. Estou tão feliz por você ter escolhido passar um tempo comigo hoje


Se não fizermos esforços para nos aproximar de nossos filhos, eles vão correr na direção oposta. Quando a criança escolhe passar um tempo com o querido e velho pai, elogie seu uso do tempo. Faça com que ela saiba que você aprecia o seu esforço para se aproximar.


3. Você fez um ótimo trabalho fazendo isso sozinho


Às vezes, as tentativas de independência de nossos filhos não dão muito certo, mas isso não significa que devemos repreendê-los. Toda vez que seu filho tentar ser independente, reconheça e recompense seus esforços.


4. Eu gosto de seus amigos


Conforme nossos filhos ficam mais velhos, vamos perdendo influência na questão amigos. Quando seu filho trouxer para casa amigos que você aprova, diga isso a ele. Apesar das evidências mostrarem o contrário, ele quer sua aprovação. Ele vai ouvir sua opinião sobre seus amigos quando for apresentada de uma forma positiva.


5. Você está muito bonito hoje


Um dos melhores presentes que podemos dar aos nossos filhos é uma maneira saudável de ver a aparência. Quando você elogia uma característica que a criança não pode mudar, como a cor dos olhos ou a composição corporal, isso envia a mensagem de que a beleza é algo que você tem ou não. Em vez disso, elogie o penteado apropriado, a escolha de roupas apropriadas e um sorriso vencedor; todas as coisas que seu filho pode controlar.


6. Obrigada pela sua atitude hoje

Mais cedo ou mais tarde, temos que fazer coisas que não queremos fazer. Deixe para o seu filho a mensagem de que a atitude conta, mesmo quando você se encontra em uma situação ruim.


7. Que legal que você aprendeu isso


A infância e a adolescência têm vários marcos. Não os deixe passar despercebidos. Quando seu filho dominar um conceito matemático difícil ou trouxer para casa uma licença provisória para dirigir, faça o seu entusiasmo corresponder a alegria de seu filho. Compartilhe seus triunfos.


8. Você me inspira


Às vezes, as crianças sentem como se estivessem abaixo de seus pais. Embora os pais mereçam muito respeito, os filhos precisam saber que eles abençoam a sua vida, tanto quanto você abençoa a deles. Diga-lhes o quanto você aprecia sua criatividade e energia e como o exemplo deles influencia você positivamente.


9. Você é um ótimo irmão ou uma ótima irmã


Relacionamentos entre irmãos podem causar alguns dramas, então elogie seus filhos quando eles se esforçarem para fazer as pazes. Quando seu filho não continua com uma discussão, ele merece reconhecimento, tanto para o seu próprio bem quanto para inspirar as outras crianças na casa.


10. Sou tão grata(o) por você ser parte da nossa família


Dias ruins vêm e vão. Os filhos crescem e mudam, mas seu filho precisa sentir-se seguro em seu lugar na família. Conforme ele vai para a escola, ganha independência, e eventualmente sai de casa, ele precisa saber que ele sempre terá um lugar especial em seu coração e na unidade familiar.

Retirado de @filhosdesafioseministerios

5 dicas para se tornar pais melhores!




"Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele." Provérbios 22:6

1. Nossos filhos podem ficar com menos de quase qualquer coisa se isso significar ter mais de você.

Não me lembro quem compartilhou esse princípio comigo primeiramente, mas me ajudou a manter minhas prioridades no lugar. Embora seja minha responsabilidade prover para minha família, e eu levo esse dever muito a sério, eu também entendo que a minha presença física em suas vidas é mais importante do que dar a Helena a mais nova boneca!


2. Não use a raiva para obter ações de seus filhos, use a ação para obter ações de seus filhos.

Dr. James Dobson do Focus on the Family ensinou esta lição, não responder aos filhos com raiva e emoção para fazê-los se comportar. Em vez disso, tentar comunicar claramente a consequência pelo mau comportamento e, em seguida, tento agir imediatamente de forma equilibrada para realizar a disciplina quando as crianças se comportam mal.


3. Você não precisa ser a influência mais brilhante ou bonita da vida de seus filhos; você apenas tem que ser a mais próxima!

O Pastor Mike Breaux contou uma história sobre estar fora em uma noite de verão e notar todas as luzes: A lua, as estrelas, luzes distantes da cidade, etc., mas quando um vagalume ascendeu bem ao lado de seu olho, aquele pequeno inseto luminoso era tudo o que ele conseguia ver. Ele disse que nós precisamos ser assim com nossos filhos. Ser a luz mais próxima e eles sempre irão notar sua presença e influência.


4. Regras não significam nada sem relações!

Um casal que eu admiro muito que foram casados por 50 anos e criaram quatro filhos de sucesso, compartilharam este princípio. Eles disseram que seus filhos não se preocupam com suas regras até eles terem certeza de que suas regras são motivadas pelo amor.


5. Não tente fazer isso sozinho!

Embora os pais sejam responsáveis pelos filhos, pais não devem sentir como se estivessem sozinhos. Conecte-se com uma igreja saudável, com bons amigos e com mentores confiáveis que possam investir em você e em seus filhos. Sua família será mais saudável e forte devido a esses relacionamentos.

(Dica para o casamento)
Não deixe seu casamento de lado por causa de seus filhos. Um dos maiores presentes que você pode dar aos seus filhos é a segurança que vem de ver sua mãe e pai em uma relação de compromisso amoroso um com o outro. Ame bem o seu cônjuge, porque seus filhos estão vendo e você está lhes ensinando como deve ser o amor e o casamento.
Retirado do canal @mmscoracaodeDeus 

10 Coisas que eu disse que nunca faria como mãe e fiz!

Ola amadas!!

Tudo bem com vocês?

Que mamãe nunca pagou língua com alguma coisa não é mesmo?

Antes de ser mãe muitas pessoas se acham PHD em maternidade, é um tal de "quando eu for mãe isso não vai acontecer", "quando eu for mãe não será dessa forma" e por ai vai, mas quando a realidade bate a portas algumas coisas mudam não é mesmo? Graças a Deus eu nunca fui de me expressar para outras pessoas mas em minha cabeça eu falava quando eu tiver filho não será assim rs.



Hoje listei algumas coisas que disse que nunca faria e fiz, a gente paga língua viu?

Vamos lá:

1. Eu disse que nunca deixaria minha filha dormir sem tomar banho: E deixei por duas vezes uma quando ela estava com 2 aninhos e uma atualmente com 4 aninhos! Chegamos tarde e ela ja estava dormindo, um frio daqueles, pensei: não vou fazer isso com ela, e deixei com a consciência leve, e hoje se acontecesse uma situação igual faria de novo!

2. Eu disse que não trabalharia na licença maternidade e trabalhei: Sim trabalhei, foi preciso, infelizmente! Sempre trabalhei por conta própria, a empresa é minha e se eu me desse o luxo de ficar em casa 6 meses as coisas não andariam como deveriam.

3. Eu disse que não seria uma mãe ciumenta: Ixi, não tem jeito morro de ciumes da minha filha, não deixo dormir fora, não gosto que saia do alcance dos meus olhos.

4. Eu disse que nunca gritaria e gritei por varias vezes: Acho péssimo essa ideia de gritar, ninguém consegue nada gritando, só serve para assusta-los!

5. Eu disse que nunca prometeria prêmios em troca de algo: Mas já comprei presentinho após a vacina, pelo bom comportamento, tava com meu coração na mão de tanta dó, precisava agrada-la!

6. Eu disse que nunca ia me sentir culpada de nada: Mas vivo me sentindo, por trabalhar e ter que deixa-la, pelas vezes que ela me chama pra brincar e eu estou preparando o almoço e a deixo esperando e por tantas outras coisas.

7. Eu disse que nunca ficaria com raiva de outra criança: Mas fiquei o dia que vi uma garotinha na igreja empurrando ela, ai fiquei com muita raiva!

8. Eu disse que ela iria pra escola com 3 anos de idade: Mas não consegui deixa-la ir, e ela vai somente agora! Meu coração não deixou.

9. Eu disse que nunca pagaria uma fortuna em uma roupa: E já paguei, e se eu amar pago de novo rs.

10. Eu disse que festa de criança não precisa mais que um bolo, docinhos e salgadinhos: E invento mil e uma coisas todo ano rs.

E vocês já pagaram muita língua?






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...